terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Gingerman

Oi, Amorecos!!!

Vamos começar bem o mês do Natal? Com uma receita fofa e super a cara das festas?



Tenta e me conta!!!

Beijos açucarados ;o)

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Sem capa e sem espada

Bom dia, amorecos.

Recebi este texto, amei e queria compartilhar com vocês...


"Certo dia, percebi que não estava sozinho. Como eu não me via mais como uma ilha, entendi que, se fizesse um pouquinho, poderia fazer alguma contribuição para esse grande continente humano. Não que o mundo precisasse da minha ajuda (ele sempre esteve muito bem, obrigado), mas não falta trabalho para quem quer dar uma mãozinha.

Aprendi algumas técnicas. Estudei um pouquinho, aqui e acolá, e não tardou para que eu passasse da teoria à pratica.

Assim, vesti minha capa, coloquei uma máscara e saí voando para o alto e avante, em busca dos fracos e oprimidos, sempre com a melhor das intenções. Sabia que tinha o Universo do meu lado, os poderes de Grayskull, a espada com o olho de Thundera e as bolas de fogo do Dragon Ball para me auxiliar nessa heróica jornada e,  como um Homem Aranha ou Super-Homem, viciei-me em auxiliar o próximo.

Toda vez que o auxilio era necessário, lá estava o Super-Frank, o Zorro Hindu, pronto para o trabalho.

Mas, o herói foi amadurecendo...

Aprendendo que nem sempre precisaria usar as mãos ou os poderes especiais que tinha à disposição, pois tudo o que precisava eram boas palavras, um pouco de luz e muito amor.

Ainda estou aprendendo a trabalhar, cada vez mais sutilmente, mas, confesso que demorei a perceber que o auxilio maior se faz silenciosamente, sem capa nem espadas.

Depois de certo tempo, mais uma ficha caiu: existem pessoas que querem ajuda, e outras não.

Isso me chocou a princípio, pois costumava acreditar que, se existisse um inferno, ele estaria cheio de anjos por lá, tentando ajudar, e eles tinham a obrigação de ajudar, afinal as pessoas precisavam ser ajudadas, mesmo que não entendessem que precisavam de auxílio.

O pior de ajudar é entender que há casos em que a melhor ajuda é não intervir.

Há realmente um inferno, e nós o carregamos dentro de nós mesmos. Os anjos estão ao nosso redor, mas eles sabem que, em certos casos, boas intenções não são o bastante, pois a ajuda tem que partir de dentro.

Nesses casos, a melhor ajuda vem da Nave Mãe Universal, e é só uma questão de tempo (tempo do Universo, e não tempo do homem) para a vida se encarregar de auxiliar e ensinar.

Contudo, é  duro não poder ajudar. Pior ainda, é saber que não há palavras, bolas de luzes, feitiços e mandingas que lhe ajudem a auxiliar as pessoas a enxergarem que existe uma saída, uma luz para a sua escuridão. Normalmente, nos sentimos impotentes e tentamos barganhar  com os "Poderes Celestes" um
auxílio para fulano ou sicrano e, em silêncio, eles lhe respondem que é hora da não-ação.

O vento explica o silêncio que o homem não consegue escutar. A água explica as  mudanças que não tardam a chegar. Mudanças sutis que embora não possam ser perceptíveis aos olhos humanos, acabam sendo captadas pelos olhos da alma.

Basta ter paciência para entender que, no fim, tudo se resolve. Que quem está no escuro e não entende o poder da luz, acabará enxergando-a por conta própria.

Não dá para explicar discernimento para quem é fanático. Nem se consegue explicar a beleza da vida para quem não enxerga sentido na mesma. Mas dá para desejar o melhor para essas pessoas e enviar o nosso carinho para todas elas, na esperança de que um dia elas se abram e voltem a viver plenamente
de novo."


Beijos açucarados ;o)

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Costurando quadradinhos

Amorecos!!! Bom dia!!!

Estava pesquisando formas de costurar quadradinhos. Eu sempre faço do mesmo jeito e queria começar a variar... dá prá fazer de tantas formas legais...

Achei essa página e fiquei encantada! É em inglês, mas vale a pena olhar, porque dá prá entender bem a imagem...


Espero que gostem!!!

Beijos açucarados ;o)

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Correria

Amorecos!!!

Logo logo trago um post bem caprichado contando as novidades do projetinho novo... Por enquanto a correria tá grandona!!!

Esse é meu desejo prá hoje:


Beijos açucarados e um liiindo final de semana ;o)

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Pavê de coco queimado

Oi, amorecos lindos!!!!

Sei que meu último post foi de receitinha, mas quando vi esta no site pitadinha eu não pude resistir!!!

Vou fazer no final de semana (ou antes se eu não resistir)!!! Faça logo também!!

3 ovos
- 1 caixinha de creme de leite
- 1 lata de leite condensado
- 1 lata (use a medida da lata do leite condensado) de leite líquido
- 1 garrafinha de leite de coco de 200 ml
- 4 xícaras de coco fresco
6 colheres de açúcar
- 3 colheres de sopa (de mãe) de amido de milho

Comece preparando o creme da base: em uma panela grande misture bem as 3 gemas, o leite condensado, o leite, o leite de coco e o amido de milho. Leve ao fogo médio mexendo sem parar até virar um creme espesso, como um mingau. Transfira imediatamente para o refratário e leve ao freezer para ir esfriando enquanto você preparar as outras etapas.
Na frigideira misture o coco ralado fresco com 4 colheres de açúcar e mexa só de vez em quando até que o coco fiquei bem dourado e crocante, deixe em um lugar bem ventilado para esfriar enquanto prepara a última camada.
Bata as claras com o açúcar que sobrou até o ponto de neve, depois acrescente o creme de leite e apenas misture com uma colher. 
Agora é só montar: cubra o creme com metade do coco queimado, faça outra camada com o creme batido de claras e finalize com o restante do coco queimado. Leve ao freezer por 4 horas antes de servir.

Vamos prá cozinha já então???

Beijos açucarados ;o)

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Bolinho de chuva

Bom diiiia, amorecos!!!

Ontem eu estava procurando uma receita de bolinho de chuva, já que só Deus sabe onde pode estar a receita da Dona Lady e encontrei essa fofura!!!

Os créditos estão no cantinho da imagem e a pessoa míope aqui não consegue ler... rss... Mas estão!!


Fiquei encantada e pretendo trazer mais fofuras assim prá gente colecionar...

E quem sabe eu não aprenda a fazer umas também? hihihi...

Beijos açucarados ;o)

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Não pare! (de ler)

Amoreeeeeeeecos do céu!!!

Esse livro eu li em junho.. Na verdade é uma trilogia. Apenas o primeiro, este do qual vou falar hoje, está disponível em formato físico. Os demais são apenas livros digitais, por enquanto!!!


(essa montagem das 3 capas eu peguei no google, mas não lembro a fonte, se for sua, por favor, me avisa para eu dar os créditos a quem são devidos...)

Não tenho dúvidas de que a melhor coisa que fiz foi iniciar a leitura dessa trilogia com os 3 ebooks comprados... Provavelmente eu enlouqueceria de curiosidade se precisasse ter esperado para ler a continuação da história. Foram 3 dias de leitura intensa e 2 noites sem dormir devorando cada página da trilogia.


O primeiro livro impõe o ritmo da história, aquela que você não respira, não come, não dorme, apenas vai lendo e a cada parágrafo se depara com o inesperado. A narrativa é acelerada, com poucos momentos onde você sente que pode "respirar" ou parar para tomar um banho... rss... Novas informações são apresentadas o tempo todo e é necessário estar atento para não se perder. Várias vezes me coloquei no lugar da Nina e tentei me imaginar no olho desse furacão.

A sinopse oficial diz: 

"Nina Scott não suportava mais a vida nômade e solitária que sua mãe, Stela, a obrigava a ter. Mudar de cidade ou de país a cada piscar de olhos, conviver com tantas perguntas que a consumiam, assombrada por mistérios de um passado guardado a sete chaves. Agora, aos 16 anos, a garota das estranhas pupilas verticais exigia respostas. 
E, para sua péssima sorte, elas já estavam a caminho! 
Quando Stela decide ficar em Nova York, Nina acredita que seu sonho de ter uma vida normal vai se tornar realidade. Finalmente terminará o ano letivo em um mesmo colégio, poderá fazer amigos sem ter que abandoná-los em seguida, viver um grande amor, amadurecer, criar raízes... Enfim, curtir a juventude.
Mas o “normal” está muito longe da vida de Nina!
Perdida no olho de um furacão de mortes e inexplicáveis acidentes, tendo que esconder os terríveis fatos da mãe paranoica, Nina começa a desconfiar da própria sanidade mental, de tudo e de todos. O que explicaria os paralisantes calafrios, a perda de visão e de memória que experimentava sempre que alguém morria ao seu redor? O que ela teria a ver com os bizarros e sobrenaturais acontecimentos? Estariam eles interligados?
Seria a Morte sua companheira para toda a vida?
É chegada a hora da verdade."

Nina vai, aos poucos, descobrindo sobre sua história, sobre os motivos que levaram sua mãe a mudar rapidamente de uma cidade para outra, a não criar raízes. Porém essas informações nem sempre são precisas, muitas vezes são desencontradas e, assim como a protagonista, o leitor fica sem saber muito nem em quem acreditar, em quem confiar. Junto com a quantidade de informações, cresce sua culpa e, claro, sua curiosidade.

O leitor passa o tempo todo sendo surpreendido pelo impensado!!! Ok, se você é um leitor experiente, muitas vezes vai acertar seu palpite e ver que algo saiu como você imaginava... Mas isso faz parte do jogo!!! E eu amo quando um livro tem desfechos dentro do óbvio e desfechos completamente surpreendentes... É bom estar certa as vezes... rss... Em "Não pare", estive certa poucas vezes.

Mal terminei o primeiro, já corri pro segundo.. Ainda não sei se ou falar dele aqui, pois não quero ser a chata que "sabe o final do filme"!!!

Fora que, assim, gente... A Pepper é uma fofa!!! A conheci pelo skoob, depois que marquei os livros dela como meta de leitura. Achei mega atencioso da parte dela vir agradecer meu interesse pela obra dela. Deu prá perceber o carinho e cuidado que ela tem com os "bebês" e isso, por si só, já me mostrou o tipo de pessoa que ela é... E como escritora, gente!!! Tô ansiosa pelas próximas obras dela!!!



Beijos açucarados ;o)

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Querer e fazer

Oi, amorecos lindos!!!

Leiam com carinho esta reflexão que separei para hoje:

Não basta ser Otimista, tem que ser REALISTA,
e realista de "REALIZADOR", que não cruza os braços,
que não fica apenas na esperança e nas idéias...

O pessimista sempre andou a pé e reclamando,
o otimista sonhava com uma carruagem mais rápida,
Ford, realista, criou o automóvel em série.

O pessimista sai para procurar emprego e não acha,
volta para casa e fala em crise e entra em depressão,
o otimista prepara um belo curriculum, envia aqui e acolá,
não recebe nenhuma resposta, mas garante que vai melhorar,
o realista vende bananas na rua, enquanto o emprego não vem,
se especializa no seu ramo, ou vai aprender algo novo,
e vira empresário ou gerente para alguém.

O pessimista desiste de novos relacionamentos,
depois de sofrer algumas decepções,
acredita que já sofreu demais, e diz: basta!
O otimista, mesmo depois de traições e dores,
sonha com um novo amor, e não desiste do seu msn,
atualiza o Orkut, vive no seu fotoblog, e nada acontece...
O realista sofreu, mas se renovou,
saiu às ruas, foi ser solidário,
dividiu seu amor com quem mais precisava,
e quando menos esperava, o amor o encontrou.

Não espere a sorte bater na porta da sua casa,
nem fique sonhando com dias melhores,
pois os dias passam, e os sonhos morrem...
Não espere os ventos ficarem bons para sair e velejar,
esteja com as velas sempre prontas, pois ainda hoje,
a vida pode te convidar para viajar...

Beijos açucarados ;o)

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Nutella é muito amor!!!

Feliz dia das crianças, gente linda!!!!

Prá celebrar a criança que existe tem cada um de nós e que nunca devemos permitir que cresça, peguei essa seleção de receitas com Nutella!!!



De lamber os beiços e os dedos!!!

Façam e aproveitem!!!

Beijos mais que açucarados ;o)


segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Lá na roça

Bom dia, amorecos...

Eu sou muito adepta de levarmos a vida da fora mais simples e saudável possível... Todos os dias, reclamamos do clima, das enchentes, dos ventos, das catástrofes naturais, enfim... Mas nunca pensamos de que maneira nossas atitudes são diretamente responsáveis pelo que acontece na natureza...Por isso eu tenho o hábito de tentar fazer minha parte. Seja na reciclagem de lixo, na reutilização de materiais ou mesmo no descarte adequado de itens eletrônicos, pilhas, óleo de cozinha, medicamentos...

Uma coisa que também me policio é a questão de comprar mais do que o necessário... E, lendo esse artigo do "Lá na roça", portal que eu sigo e amo, achei legal compartilhar as dicas com vocês...

Espero que gostem!!! O planeta, seu corpo e seu bolso agradecem...

Beijos açucarados ;o)

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

A mágica da arrumação

Amorecos, bom dia!!!!

Ontem eu tava meio desanimadinha, então passei a tarde num lugar que eu amo fazendo algo que eu amo prá levantar o astral.

O lugar é a Biblioteca Villa Lobos, que fica no parque Villa Lobos, zona oeste de SP. Ela foi inaugurada em dezembro do ano passado e desde que a descobri, tenho estado lá pelo menos uma vez a cada 15 dias... Ela tem um bom acervo, apesar de ser nova. Alguns clássicos e muitos lançamentos. Além disso, segue a pegada ecofriendly do parque, e isso a torna mais charmosa. Quem for de SP ou passar por SP, tente conhecê-la. Vale muito o passeio!!!

E o algo, bem o algo é fácil: ler!!!

Ontem aproveitei e peguei prá ler um livro que não tinha disponível para empréstimo: A mágica da arrumação, da Marie Kondo.

Quem é ligado nessa coisa de organização, de manter a casa em ordem, a vida em ordem, já deve ter ouvido falar dessa mocinha... Como todo oriental que se preze, ela tem um pezinho no feng shui, embora deixe claro que essa não é área dela.


Essa foto linda, com a gaiolinha, é da Vivian, do Dias de Sol. Adoro o blog dela e achei muito bacana o que el escreveu sobre esse livro, inclusive porque ela discorda de mim num dos pontos centrais do método: o ser radical. Para Kondo, a organização precisa ser feita quase como uma maratona, de uma vez, o mais rápido possível ou terá grandes chances de fracassar... A Vivian coloca que na rotina dela essa maratona não cabe. Prá mim, começou dando certo. Mas pretendo fazer um ponto por vez. Isso foi o que eu entendi do livro. Que você precisa pegar uma categoria, começar e terminar no mesmo dia, sem interrupções... Eu venho tentando destralhar minha vida aos poucos faz muito tempo e isso não está dando resultados...



Preciso dizer que eu amei!!!!!!! Minha vontade era largar o livro e vir correndo prá casa colocar em prática. Prá mim, a idéia dela parece perfeita! Você deve manter entre seus pertences apenas as coisas que você ama e que são importantes prá você. Achei essa ideia incrível!!! Já apliquei com minhas roupas: conforme as orientações do livro, tirei tuuuuuuuuuudo das gavetas, dos armários e de onde mais houvessem roupas, coloquei tuuuuuuuudo em cima da cama. Limpei o armário, as gavetas e comecei a pegar peça por peça, olhar prá ela e pensar "me sinto bem usando isso?"... Aconteceu exatamente o que a autora narra no livro, separei cerca de 3/4 das minhas roupas para doação. E me senti mais leve... Até organizei meu armário em degradê de cores!!!!! Nunca imaginei que faria isso!!!!

Ao invés de resenhar, eu vou colocar algumas fotos de páginas para vocês lerem as palavras da própria autora:














E então, gostaram???

Ainda quero ler muitas opiniões de gente que leu o livro, que colocou o método em prática, acho importante trocar figurinhas...

Beijos organizados e açucarados ;o)

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Malévola

Ola, amorecos! Boa tarde!

Hoje quero falar com vocês sobre um filme que eu assisti e amei: Malévola!



Acho que foi o filme que eu mais amei este ano!!! Mas preciso dizer q ainda não assisti Vingadores!!! Shame on me!!!

Alguns aqui devem conhecer o tamanho do ódio que eu sinto da Angelina Jolie por toda a história com o Brad Pitt. Prá quem não sabe, vou resumir: eu detesto mulheres que interferem em casamentos alheios. Ponto. Muitas dizem "se não traísse a esposa comigo, seria com outra" ou coisas similares, mas eu discordo. Muitas vezes são essas próprias criaturas que fazem coisas inacreditáveis visando estar com os homens comprometidos, por pura competição... Enfim... não é meu tema, mas é a minha única objeção sobre o filme. Uma mulher como a Angelina jamais poderia ter interpretado um papel de tamanho peso e significado.

Se você não assistiu, assista. É importante lembrar que toda história tem dois lados e que na raiz do mal muitas vezes morou o bem...

*a partir daqui tem spoiler!!




A Malévola era uma fada, uma linda e doce fada. Até que se envolveu com um humano!!! Um homem ambicioso e sem limites que traiu sua confiança e cortou suas asas em troca de poder... Então, ela se tornou amarga e sombria... Escondia seus sentimentos e não se envolvia por necessidade de se proteger e medo de se machucar...

Quantas de nós somos assim? Provavelmente mora uma Malévola em cada mulher que você possa conhecer. Alguém que foi ferida, magoada, traída. Um ser que teve suas asas cortadas por um homem sem limites... 

Acho linda a explicação do beijo do amor verdadeiro e quanto ele faz esse filme ser feito para uma nova geração de princesas!!! Minha geração cresceu vendo o Felipe ser o amor verdadeiro da Aurora, o príncipe que salva a princesa indefesa. A nova geração "saberá" que o amor verdadeiro era o da madrinha da Aurora, o amor de mãe.

Porque eu discordo da Jolie? A Malévola foi, como eu disse, a personificação de muitas de nós, traídas, magoadas e feridas. Uma mulher que foi algoz de outra não merecia esse papel. Na minha opinião. E ponto.

Quem assistiu, me conta... o que achou?

Beijos açucarados ;o)

domingo, 6 de setembro de 2015

Coloque a vida em ordem...

Bom diiiiiia, amorecos!!!

Sabem que eu tenho estado animadíssima, toda virada na empolgação e na vontade de colocar a vida em ordem, né? Pois então... Nessa busca, sempre me deparo com excelentes dicas e textos... Este eu acabei de ver e quis compartilhar com vocês

Organize-se!
Coloque as suas gavetas em ordem,
não acumule  nada, principalmente dívidas.
Pegue um caderno, pode ser o mais simples que for,
coloque cada centavo na conta, o que entra e o que sai,
mesmo atolado até o pescoço, é importante saber,
onde vai o seu dinheiro e aprender como mantê-lo.

Existem coisas que são da "alçada espiritual",
mas existem coisas que só nós podemos fazer,
e a organização e a prevenção são ferramentas
que bem utilizadas nos levam a tranqüilidade,
e nos deixam livres para pedir aos céus
coisas que realmente são da competência divina.

Deixe a sua roupa preparada para  vestir pela manhã,
e não perderá a hora, nem da escola, nem do trabalho.
Se a entrevista foi marcada para ás 10, chegue as 9:30.
Deixe o feijão de molho na noite anterior,
assim você não esquece de cozinhá-lo e ainda economiza gás.
Faça a lição de casa hoje, arrume a sua cama,
não deixe a roupa suja juntar demais  para lavar,
nem deixe de dormir por causa de ninguém.
Coisas práticas, que todos sabemos,
mas nem sempre fazemos.

A paz começa pela manhã,
com a oração que deveríamos fazer, e nem sempre fazemos
se estende pelo dia, com a serenidade que deveríamos ter,
e termina no lar, quando deveríamos entrar em nossa casa,
como quem entra num templo, em silêncio respeitoso,
abraçando cada familiar, como se fosse o último dia,
porque pode ser que o dia não chegue anoitecer,
e toda pressa pode acabar em nada

Espero que sirva para todos nós...

Bom feriado!!!

Beijos açucarados ;o)

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Desejando muito!!!!

Bom dia, amorecos!!!

Acordei numa master preguiça hoje... e desejando um desses cantinhos prá me jogar!!!






Duvido que você não tenha sentido a mesma vontade!!!

Imagens do pinterest.

Beijos açucarados ;o)

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Bolo de cenoura recheado de brigadeiro

Amorecos, boa tarde!!!

Vi essa receita circulando pela internet e quase morri de catapora!!!

Preciso falar que eu e o gatinho morremos no pecado da gula e eu tive que fazer??? Só que eu tava toda trabalhada na ânsia de me entender com a máquina de cupcakes, então eu não fiz um bolão, fiz bolinhos!!!!

A foto não ficou das melhores, mas foi o máximo que eu consegui, visto que os bolinhos mal saíam da máquina e já eram devorados.



A receita é simples e o segredo prá já deixar o bolo recheado é mais simples ainda!!!! Lá vai:

Faça a receita tradicional de brigadeiro e faça bolinhas, passando não no chocolate granulado, mas na farinha de trigo!!!!

Para o bolo:

Ingredientes

- 1 xíc de farinha de trigo
- 1 xíc de açucar
- 1/2 col de sopa de fermento
- 2 cenouras
- 1/2 xíc de óleo
- 2 ovos

Bata os líquidos e as cenouras no liquidificador. Numa tigela, misture delicadamente os outros ingredientes até ficar homogêneo. Despeje a massa na forma e acrescente as bolinhas de brigadeiro passadas na farinha de trigo. Leve ao forno por aproximadamente 50 min (faça o teste do palitinho) e, se preferir, cubra com brigadeiro mole (quem iria preferir pular essa parte???) Nos bolinhos eu dispensei a cobertura porque fiz brigadeiros bem grandinhos e quase não sobrava espaço prá massa!!!!!

Só digo uma coisa: por favor, façam!!!!

Beijos açucarados ;o)

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Para desacelerar e refletir

Bom dia, amorecos!

Mexendo aqui nos meus guardados (que são muitos!!!) encontrei esta linda mensagem e quis compartilhar com vocês, espero que gostem...

Desencoste-se do comodismo e da aceitação,
seja em que situação for, no problema que houver,
há uma porta, uma saída que pede persistência.,
que continuemos no caminho, sem nos abatermos.

As desilusões são como facas afiadas,
vão penetrando a carne e fazendo feridas,
umas secam logo, mal conseguem marcar,
mas outras vão fundo e sangram por muito tempo,
e é esse sangue, essas gotas que caem lentamente,
que vão minando a nossa resistência,
e queremos entregar os pontos, abandonar tudo e sumir.

Mas há uma direção, uma luz,
um caminho seguro que podemos trilhar,
é o caminho da esperança, da renovação de nossos propósitos,
é o depósito de nossas esperanças aos pés do "Consolador Prometido",
entregando o passado aos mortos,
buscando viver esse dia com a certeza,
de que Deus nos deu tamanha liberdade,
de escolher entre o bem e o mal,
por confiar na nossa capacidade de seguir adiante.

Levante a cabeça, o horizonte se abre em forma de estrada,
flores se colorem para embelezar o seu caminho,
o sol se abre para que você veja onde pisar,
e toda a natureza se apronta para te oferecer,
um pedaço de Deus que é visível, que podemos tocar
para ter a certeza, de que nunca estará sozinho,
que sempre haverá alguém para te amar.

E Deus te ama profundamente...

Uma linda semana a todos

Beijos açucarados ;o)

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

O vício dos quadradinhos

Oi, amorecos!!!

Quem faz (ou quem gosta) de crochet, com certeza conhece bem essas lindezas de mil e uma utilidades...

Os quadradinhos, ou squares, se espalham pelas mais diversas produções dando mais charme ao seu lar...

Vamos nos inspirar???

Morri várias vezes com este tapete:



E este encanto de manta??? Não lembra o tetris??


E prá quem, como eu, tem cama box, dá prá resistir???


E essas colchas??? Não sei qual eu quero fazer primeiro... Mas eu quero as duas, com certeza!!!!



Uma mantinha dessas deixa qualquer sofá mais convidativo...



Quem ainda não sabe crochetar, eu super recomendo que aprenda!! Mas, se não for o caso, pode deixar uma mensagem pois eu aceito encomendas...

Beijos açucarados e inspirados ;o)

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Reconstruindo Amelia

Amorecos todos!!!

Vejam que título desse livro!!!



Pois bem, preciso falar dele prá vcs... 

Acredito, por diversos motivos, que o público aqui do ACO não seja composto por muitos adolescentes, pelo contrário, acho que a maioria das pessoas que passa por aqui já seja adulta e sei que uma grande parte são mulheres. E por que preciso falar deste livro? Bem... porque ele devia ser leitura obrigatória prá todos que se relacionam com algum adolescente!!!

Quanto vc conhece seus filhos? Quanto participa da vida deles? Depois de ler este livro vc vai repensar as respostas!!!

"Reconstruindo Amelia" chegou até minhas mãos através de um capítulo para degustação no Skoob. Li e achei o formato bastante interessante. Apesar de ter achado um bocado adolescente, despertou minha curiosidade. Tempos depois, peguei para ler na íntegra. Minha nossa!!! Ele é mesmo adolescente, e adulto, e atual! 

Nem Amelia, a menina exemplar, está a salvo do poder da necessidade de aceitação que o jovem vive aliado ao absurdo poder da internet!!! Estamos vivendo um momento de imensa rapidez de informação, de intensa interação e nenhuma privacidade. Além da sensação de "pode tudo" dada pelo mundo virtual.



Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Fa­cebook da filha, o livro vai nos contando a história de uma menina aparentemente sensata e "normal" até demais que se mata após ser suspensa no colégio.

Eu não sou capaz de dizer quanto esse livro mexeu comigo, nem quanto vou guardar tudo que pensei ao lê-lo para usar se um dia for mãe...

Aliás, está guardadinho para ser relido na época certa! Não posso imaginar como será o mundo daqui a 15 anos!!!

Beijos açucarados ;o)

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Tartar de abacate

Amores e amoras... 

Já que agosto não está com vontade de ser frio este ano, estou apaixonada por essa receitinha da nutri do papys, dra Olívia Fernandes:

Tartar de abacate

Ingredientes do tartar
– 100 g de abacate maduro, porém firme, para não desmanchar
– 2 tomates vermelhos sem sementes (preferencialmente orgânicos)
– 5 folhas de hortelã picadinhas bem pequenas
– sumo de 1/2 limão
– uma pitadinha de sal (o mínimo possível)


Ingredientes do molho:
– 3 cebolinhas – um punhado de salsinha
– um punhado de alho-poró
– 4 folhas de hortelã
– pitadinha de sal
– sumo de 1/2 limão
– fio de azeite
– se necessário, um pouquinho de água filtrada


Modo de preparo:
Corte o abacate e o tomate em cubinhos. Coloque em um pote, adicione a hortelã picadinha, tempere com o sumo de um limão, pitadinha de sal e misture delicadamente. Reserve enquanto faz o molho ou por uns 10 minutos, para marinar bem.
Para o molho, bata todos os ingredientes no liquidificador. Se quiser, pode usar o molho coado ou não. Para servir, coloque o tartar em um potinho e vire no prato para dar forma. Regue com o molho e decore com uma folha de hortelã.


A fotinho é do facebook dela e ajuda a dar ainda mais água na boca, né?


Beijos açucarados ;o)

sábado, 8 de agosto de 2015

34!!!

Amores e amoras do meu coraçãozinho!!!

Tanta coisa boa aconteceu no último ano!!! Muita coisa ruim também, mas essas eu vou esquecer hoje...

34 anos e a palavra de ordem é: gratidão!!!



Beijos açucarados da aniversariante do dia ;o)

sexta-feira, 24 de julho de 2015

O casamento!!!!

Amores e amoras!!!

Vou começar a falar do nosso casamento!!! Aos poucos, prá não ficar um post gigante.. 

Prá começar o tema, algumas imagens apenas...





Logo logo falo mais!!!

Ah, essas fotos são do meu grande amigo Fábio Chiu, que diz que não é "fotógrafo de casamento", mas deveria ser porque manda muito bem!!!

Beijos açucarados ;o)

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Inspiração

Oi, amores e amoras...

Como eu sempre digo, sempre ele, sempre o crochet faz meu coração bater mais forte!!!

Vejam a lindeza que estou doida prá fazer:






Lindo ou não??

Ótima e produtiva semana prá vcs...

Logo menos estarei de volta aos posts mais frequentes...

Beijos açucarados ;o)

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Dica de leitura: Se eu ficar...

Oi, Amores e Amoras do meu coração!

Desde ano eu tenho lido MUITO mais do que nos anos anteriores!!! Bom, na verdade não necessariamente, mas este ano, com o fim da faculdade, eu tenho a liberdade de voltar a escolher o que eu leio, voltar a ler por prazer... E ando numa fase de leituras despretensiosas, bem tipo chick lit (leitura de menininha)!



"Se eu ficar..." está nessa categoria. Tenho hábito de não ler resenhas antes de ler um livro... Não quero criar expectativas nem me deixar influenciar... Mas depois que li gosto de saber as opiniões de outros leitores... Gosto de começar a ler porque algo me atraiu, sem que eu saiba necessariamente o quê!
Li a contracapa do livro e me interessei. Me interessei pelo título e decidi ler. Simples assim.

E foi dele que escrevi a minha primeira resenha no skoob. (Se você não conhece o skoob, vá conhecer. Trata-se de uma rede social brasileira que reúne leitores. Nela você comenta suas leituras, faz resenhas, lê resenhas, participa de sorteios, organiza seus livros, suas metas de leitura, troca livros e experiências, além de poder buscar inspirações para novas leituras. Se você gosta de ler, aparece por lá - e me adiciona!) O que me motivou a escrever foi que uma imensa maioria das resenhas diz "não me conectei" e isso aconteceu comigo tb...


O livro conta a história de Mia, uma adolescente de 17 anos cuja vida vamos conhecendo através de suas recordações. Numa manhã de leve nevasca, após as aulas terem sido canceladas, os pais da garota decidem que vão aproveitar o dia de folga para irem visitar um casal de amigos. Viajam Mia, seus pais e seu irmãozinho. Então o carro se envolve num trágico acidente. Os pais dela morrem na hora. Ela e o irmão são hospitalizados em estado gravíssimo. No momento do acidente, tem início uma experiência surreal para Mia. Ela pode assistir a tudo que acontece, sem, entretanto poder se comunicar, afinal, seu corpo está em coma.

Não vou me prolongar nos spoilers, mas Mia não demora a descobrir que tem uma escolha a fazer: partir ou ficar. E partir parece muito mais fácil que ficar....


Minha nossa, eu chorei baldes!!! Mas baldes mesmo e de soluçar... Precisava parar de ler para enxugar as lágrimas!!! Mas também não me conectei... Chorava pela Mia, pela família da Mia... em nenhum momento me imaginei no lugar dela... 

Quando terminei o livro me peguei pensando em como as coisas podem mudar rapidamente e como devemos valorizar e aproveitar o que temos enquanto temos... Mas ainda assim não me colocando no lugar da Mia... Por isso digo q não me conectei.

DETESTEI o final... foi frustrante e não considerei um final... Quero ler o segundo livro apenas porque quero saber realmente como foi o final do primeiro, mas ainda assim ressabiada e desconfiada de que não descobrirei!!!

Gostei do livro? Sim! Recomendo? Sim! Assistirei ao filme que foi inspirado pelo livro? Cooom certeza! Mas acho válido dizer: não crie expectativas! Sem expectativas, tudo fica melhor!!!

Ler sim, ler é sempre válido... É sempre uma experiência, é algo incrível e um hábito que todos devem cultivar!!!

Beijos açucarados ;o)

terça-feira, 7 de julho de 2015

Pizza light super rápida

Boa tarde, amores e amoras...

Semana corridinha, mas com tempo prá fazer essa delícia...

Da série "surrupiadas da Dra Olívia", peguem essa dica de pizza:

Mais simples impossível... a própria foto já diz tudo!!! Use rodelas de abobrinha para montar sua pizza predileta!!! Simples assim!!! Fica delicioso e vc economiza "algumas" calorias... além de ser muito mais saudável que a massa...

Beijos açucarados ;o)

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Feminismo???

Boa noite, queridos!

Vou ser mais uma a falar de algo que se falou muito tempos atrás, mas acho que o ACO não podia deixar de comentar, ainda que "atrasado": o discurso da Emma Watson para a ONU.

Eu sou declaradamente não feminista, todos sabem... Não consigo ser favorável a uma igualdade de gêneros, principalmente porque eu acredito que não sejamos iguais... Mas sou obrigada a concordar com muito do que foi dito pela Hermione, ops, pela Emma! Aliás, com praticamente tudo que ela disse. Também existe essa questão do que o machismo causa nos homens!!!

Vamos ao discurso da Emma? Peguei no Que delícia, né gente?

"Hoje estamos aqui lançando a campanha HeForShe. Eu estou falando com vocês porque precisamos de ajuda. Queremos acabar com a desigualdade de gêneros - e pra fazer isso, todo mundo precisa estar envolvido.

Essa é a primeira campanha desse tipo na ONU. Precisamos mobilizar tantos homens e garotos quanto possível para a mudança. Não queremos só falar sobre isso. Queremos tentar e ter certeza que é tangível.

Eu fui apontada como embaixadora da boa vontade para a ONU Mulheres há seis meses e quanto mais eu falava sobre feminismo, mais eu me dava conta que lutar pelos direitos das mulheres muitas vezes virou sinônimo de odiar os homens. Se tem uma coisa que eu tenho certeza é que isso tem que parar.

Para registro, feminismo, por definição é a crença de que homens e mulheres devem ter oportunidades e direitos iguais. É a teoria da igualdade política, econômica e social entre os sexos.

Eu comecei a questionar as suposições baseadas em gênero quando eu tinha oito anos, fui chamada de mandona porque eu queria dirigir uma peça para nossos pais - mas os meninos não foram. Aos quatorze anos, sendo sexualizada por membros da imprensa. Com quinze anos, minhas amigas começaram a sair dos times esportivos porque não queriam parecer masculinas. Aos 18, meus amigos homens não podiam expressar seus sentimentos.

Eu decidi que eu era uma feminista. Isso não parecia complicado pra mim. Mas minhas pesquisas recentes mostraram que feminismo virou uma palavra não muito popular. Aparentemente, eu estou entre as mulheres que são vistas como muito fortes, muito agressivas, anti homens, não atraentes.

Por que essa palavra se tornou tão impopular?

Eu sou da Inglaterra e eu acho que é direito que me paguem o mesmo tanto que meus colegas de trabalho do sexo masculino. Eu acho que é direito tomar decisões sobre meu próprio corpo. Eu acho que é direito que mulheres estejam envolvidas e me representando em políticas e decisões tomadas no meu país. Eu acho que é direito que socialmente, eu receba o mesmo respeito que homens. Mas infelizmente, eu posso dizer que não existe nenhum país no mundo em que todas as mulheres possam esperar ver esses direitos.

Nenhum país do mundo pode dizer ainda que alcançou igualdade de gêneros. Esses direitos são considerados direitos humanos, mas eu sou uma das sortudas. Minha vida é de puro privilégio porque meus pais não me amaram menos porque eu nasci filha. Minha escola não me limitou porque eu era menina. Meus mentores não acharam que eu poderia ir menos longe porque posso ter filhos algum dia. Essas influências são as embaixadoras na igualdade de gêneros que me fizeram quem eu sou hoje. Eles podem não saber, mas são feministas necessários no mundo de hoje. Precisamos de mais desses. Não é a palavra que é importante. É a ideia e ambição por trás dela, porque nem todas as mulheres receberam os mesmos direitos que eu. De fato, estatisticamente, muito poucas receberam.

Em 1997, Hillary Clinton fez um famoso discurso em Pequim sobre direitos das mulheres. Infelizmente, muito do que ela queria mudar ainda é verdade hoje. Mas o que me impressionou foi que menos de 30% da audiência era masculina. Como nós podemos efetivar a mudança no mundo quando apenas metade dele é convidada a participar da conversa?

Homens, eu gostaria de usar essa oportunidade para apresentar o convite formal. Igualdade de gêneros é seu problema também.

Até hoje eu vejo o papel do meu pai como pai ser menos válido na sociedade. Eu vi jovens homens sofrendo de doenças, incapazes de pedirem ajuda por medo de que isso os torne menos homens - de fato, no Reino Unido, suicídio é a maior causa de morte entre homens de 20-49 anos, superando acidentes de carro, câncer e doenças de coração. Eu vi homens frágeis e inseguros sobre o que constitui o sucesso masculino. Homens também não tem o benefício da igualdade.

Nós não queremos falar sobre homens sendo aprisionados pelos esteriótipos de gênero mas eles estão. Quando eles estiverem livres, as coisas vão mudar para as mulheres como consequência natural. Se homens não tem que ser agressivos, mulheres não serão obrigadas a serem submissas. Se homens não tem a necessidade de controlar, mulheres não precisarão ser controladas. Tanto homens quando mulheres deveriam ser livres para serem sensíveis. Tanto homens e mulheres deveriam ser livres para serem fortes.

É hora de começar a ver gênero como um espectro ao invés de dois conjuntos de ideais opostos. Deveríamos parar de nos definir pelo que não somos e começarmos a nós definir pelo que somos. Todos podemos ser mais livres e é isso que HeForShe é sobre. É sobre liberdade. Eu quero que os homens comecem essa luta para que suas filhas, irmãs e esposas possam se livrar do preconceito, mas também para que seus filhos tenham permissão para serem vulneráveis e humanos e fazendo isso, sejam uma versão mais completa de si mesmos.

Você pode pensar: Quem é essa menina de Harry Potter? O que ela está fazendo na ONU? É uma boa questão e acreditem em mim, eu tenho me perguntado a mesma coisa. Não sei se sou qualificada para estar aqui. Tudo que eu sei é que eu me importo com esse problema e eu quero melhorar isso. E tendo visto o que eu vi e sendo apresentada com a oportunidade, eu acho que é minha responsabilidade dizer algo. Edmund Burke disse: "Tudo que é preciso para que as forças do mal triunfem é que bons homens e mulheres não façam nada."

Cheia de nervos para esse discurso e em um momento de dúvida eu disse pra mim mesma: se não eu, quem? Se não agora, quando? Se você tem as mesmas dúvidas quando apresentado uma oportunidade, eu espero que essas palavras possam ajudar.

Porque a realidade é que se a gente não fizer nada, vai demorar 75 anos, ou até eu ter quase 100 anos antes que mulheres possam esperar receber o mesmo tanto que os homens no trabalho. 15.5 milhões de garotas vão se casar nos próximos 16 anos como crianças. E nas taxas atuais não vai ser até 2086 até que todas as crianças da África rural possam receber educação fundamental.

Se você acredita em igualdade, você pode ser um desses feministas que não sabem sobre os quais eu falei mais cedo. E por isso, eu te aplaudo.

Estamos lutando, mas a boa notícia é que temos a plataforma. É chamada HeForShe. Eu convido você a ir em frente, ser visto e se perguntar: se não eu, quem? Se não agora, quando? Obrigada."
 

Pensem nisso!!!

Beijos açucarados ;o)

terça-feira, 30 de junho de 2015

Dos motivos da pausa no ACO

Amores e amoras!!!

Quanta saudade de escrever aqui... Aliás, quanta saudade de escrever!!!

Fiquei um tempão sumida de novo, não é? Bom preciso me explicar, antes de mais nada...

Em agosto de 2014 eu e o Rodrigo resolvemos nos casar!!! Sim, casar de verdade... no cartório, com festa e tudo que temos direito!!! E nos casamos!! Nossa festa foi dia 21/04 e ele me passou pro nome dele dia 23/04, me dando um nome de princesa!!!

Maaaassss, como vocês sabem, desde 2009 eu trabalho com cerimonial de casamentos e não queria nada que fosse parecido com o que eu estava acostumada a ver todo final de semana... Queria algo único, algo nosso, algo que tivesse a nossa cara, a nossa marca, a nossa história e, principalmente, as nossas mãos!!! Nossa primeira decisão foi: tudo que for feito deverá ser feito por amor e não por dinheiro. Claro que as pessoas que iam trabalhar iam cobrar, mas o importante era escolher gente que gostasse da gente, gente que trabalhasse querendo nos ver felizes com o resultado e com o processo...

Pretendo contar muitas coisas da saga e pretendo omitir outras tantas (ou pelo menos, contar sem nomear bois e vacas), mas prá resumir este primeiro momento, foi muito, MUITO difícil mesmo conseguir cumprir essa nossa decisão inicial... Foi muito complicado as pessoas entenderem que não estávamos sendo folgados e que não queríamos amigos trabalhando de graça... Não queríamos trabalho de graça e não pedimos isso prá ninguém... Queríamos gente amiga, gente de confiança, colocando amor e preço. Ponto. Mas não foi simples assim... As pessoas não pensam simples assim...

Outra coisa que vem tomando muuuuito do nosso tempo é a reforma do nosso cantinho... Coisinha chata isso de reforma, né? E ainda tá dando pano prá manga!!! Ainda não conseguimos terminar e estamos morando com meus pais e usando a casa da minha sogra como depósito literalmente!!!

Também tem uma coisa menos séria mas também complicadinha me empacando... Eu tõ enjoadinha do layout do blog... Pois é... eu amo mudar os móveis de lugar... e tá difícil mudar o lay... Sim, eu poderia pedir a alguém que fizesse prá mim... só que nesse caso, o que eu faria com a minha mania de colocar minha mão e meu afeto em tudo??? Agora parece que terei mais tempo para aprender a fazer isso... Só não vou mais esperar... Vou voltar a escrever com os móveis no lugar antigo mesmo!!!

Preciso de mais alguma justificativa? Na verdade, acho que sim! Não acho a correria um motivo bom o bastante, porém acabei priorizando outras coisas mais urgentes!!!

Agora estarei de volta com muuuuuito assunto prá contar, muitos paps, muitas diquinhas de organização de casamento, de reforma, de decoração, de leituras, seriados, filmes, e claro, muuuuuitas receitinhas <3

É sempre bom voltar... Eu me ausento, mas sempre volto... É sempre bom ter prá onde voltar...

Agora, quem se despede de vocês com beijos açucarados é a senhora Tatiana Cardoso da Cunha Valent Sobrero Píria (nome de princesa ou não?)